Rádio Araujo

Escola de Música Reinaldo Araujo

Tocar um instrumento musical pode ser uma das experiências mais legais e gratificantes que se possa ter. Além da satisfação pessoal de estar tocando, você ainda pode ter a admiração de todos os seus amigos e familiares.

Na Escola de Música Reinaldo Araujo você poderá contar com profissionais especializados em seu instrumento, todos registrados na Ordem dos Músicos do Brasil.

Toda estrutura de audio, vídeo, internet e instrumentos de qualidade.

Cursos de violão, guitarra, baixo, teclado e canto.

Entre em contato conosco 061- 3297-3509 / 8266-8753 / 8599-3312 / 9229-5191

E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Venha conhecer nossa escola e faça uma aula experimental gratuitamente!

Aguardamos sua visita!!!

50% de desconto no primeiro mês e sem matrícula!!!


METODOLOGIA

A Escola de Música Reinaldo Araujo visa avaliar cada aluno para ser direcionado ao aprendizado. É importante que ele faça uma aula experimental para que seja visto seu grau de conhecimento e interesse sobre a música. Ou seja, se o aluno quiser se profissionalizar ou aprender teoria musical ele será levado a esse objetivo. Caso ele queira aprender sem o compromisso profissional o professor escolherá um repertório de acordo com o gosto musical do aluno.

O método da escola está dividido em módulos. O aluno vai precisar praticar no mínimo 20 minutos durante sete dias. Entretanto, não é a quantidade de dias ou anos que conta para um instrumentista, mas o número de horas que se dedica. É importante ter seu próprio instrumento, mas não será necessário levar para sala de aula.

O aluno precisará ter acesso a um afinador ou levar para sala para o professor afinar. É importante que instrumento esteja sempre afinado. Já que essa é uma das razões mais comuns que fazem os iniciantes desistirem. É a inabilidade deles em afinar seus instrumentos, e conseqüentemente, não ter os acordes ou notas soando como deveriam que acaba com seus esforços. Sem dúvida, isso é mais frustrante do que ter os dedos machucados.

 
My Space
Nosso Facebook
Nosso Twitter